Dicionário do Airsoft

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dicionário do Airsoft

Mensagem por Universo em Qui Abr 09, 2015 10:38 am

A

134ª – Tipo de Gás: O 134a é um dos tipos de gases mais fracos que existe para airsoft, e grande parte das marcas ocidentais como Tokyo marui, Tanaka Works, Maruzen, etc; apenas garantem o correto funcionamento de suas armas de airsoft usando este gás. É indicado para todas as GBB e NBB.
AEG (Airsoft Eletric Gun): São os rifles, Fuzis e metralhadoras elétricas, que funcionam por meio de um motor elétrico acoplado ao pistão de ar. São armas automáticas e semi automáticas, que disparam vários tiros por minuto. Funcionam com uma bateria recarregável que pode ser recarregada na tomada usando um recarregador especifico.
AEP (Airsoft Eletric Pistol): São as pistolas elétricas e possuem o funcionamento misto entre as AEGs e as GBB. Algumas tem sistema Blowback e outras não, porém as que tem Blowback não produz o “tranco” que as armas a gás produzem. Quem procura realismo muitas vezes não opta por uma AEP, pois o pente (carregador) dessas armas é bastante reduzido em seu tamanho para que haja espaço para a bateria, que é instalada no ‘grip’ da arma e além disso, na maioria dos modelos um incômodo zumbido de motor elétrico é ouvido a cada disparo.
ASG: Siglas de abreviação para Airsoft Gun.
AK – (Avtomat Klashnikova): Fuzil de origem Russa, e considerado o fuzil mais utilizado no mundo.
AUG – (Armee Universal Gewehr): Steyr AUG é um fuzil automático do tipo bullpup, que se caracteriza pelo fato do carregador ser encaixado na coronha. Criado pela empresa austríaca Steyr Mannlicher. Foi desenvolvido na década de 1970 para servir de arma padrão do exército austríaco. A Steyr, então, criou um desenho bem distinto, com formas futuristas um preço acessível, permitindo assim a fabricação em massa. Sua alça montada no teto, além de ajudar no transporte, ainda possui uma pequena luneta de mira. O AUG (armee universal gewehr) utiliza projéteis calibre 5.56 mm. Também pode ser usado munição 9 mm necessitando apenas de um adaptador de carregador e cano.

B

Barrel: É o cano pelo qual a BB passa durante o tiro. Ele Mantém o projétil reto e garante que saia com velocidade e tem grande influência na precisão das armas.
BB (Ball Bearing): são as esferas de plástico atiradas pelas armas de Airsoft. É importante compreender qual a bb é a mais adequada para a sua arma. Para as armas spring (mola), pistolas e revolvéres a gás normalmente utilizasse as de 0,20 gramas, por serem mais leves. Para a maioria das armas elétricas, utiliza-se bb’s de 0,20 a 0,28 gramas. Já para metralhadoras de alto poder de fogo que atingem mais de 400 ou até mesmo 500 FPS, é recomendado BBs mais pesadas, com 0,30 ou 0,40 gramas.
Bearings: Rolamentos de esfera: similar às ”Bushings’, mas com partes móveis. Segura os eixos das engrenagens na gearbox. O padrão é de nylon, mas não são muito resistentes e podem ser trocados por superiores de rolamento, proporcionando menos fricção, menos resistência e mais velocidade.
BDU (Battle Dress Uniform): Uniforme militar composto por parka/dolmen e calças. É uma vetimenta altamente funcional e com costuras reforçadas. O termo BDU advém dos Estados Unidos e pode ser encontrado nos mais variados padrões e cores.
Bump: Emboscada
Bateria NiCd (Níquel Cádmio): É uma bateria bem econômica e ótima opções para os rifles AEG’s. Ela pode ser recarregada de forma rápida e permite uma alta performance. As suas duas principais deficiências são: a sua limitada capacidade e possue memória. É recomendável que recarregue completamente a bateria de NiCd para evitar a “memória” (que é quando a bateria não irá carregar acima de um certo ponto).
Bateria NiMH (Níquel Metal Hidreto): É uma bateria que tem geralmente uma maior mAh (mili ampere horas) ou capacidade do que a bateria Ni-Cd e NÃO têm memória. Isto significa que você pode recarregá-la sempre que lhe é conveniente, em vez de ter de drenar a bateria de cada vez. Esse tipo de bateria demora a ser recarregado. Com essa bateria você terá um melhor desempenho em batalhas.
Bateria LiPo (Lítio Polímero): É uma bateria feita de um material gel-like que é muito leve. As vantagens dessa bateria são: o seu peso é menor do que uma mini bateria (NiCd/NiMH); NÃO possui memória; demora mais tempo para descarregar e possui uma mAh maior que as demais baterias, assim há uma maior taxa de descarga dela, em consequência, provocando uma maior cadência de tiros (taxa de fogo).
Bolt Action: Tipo de recarregamento de armas, tiro único e carregamento manual. Este sistema é frequente nas armas de precisão e longo alcance. Este sistema permite que a bala seja segura com mais firmeza dentro da arma providenciando um aumento de precisão.
Bolt: Peça que permite, carregar e recarregar a arma.
Bullpup: Tipo de construção de espingardas utilizada por exemplo da AUG ou na SA80, que consistem em ter o carregador e o sistema de disparo atrás do gatilho, isto permite que o cano seja muito maior sem que se torne demasiado grande e difícil de manejar.
Breech: (Câmara da bb). É no Breech que a bb fica alojada até que seja disparada
Bushing (Bucha): é um revestimento cilíndrico removível usado nas engrenagens da caixa mecânica, servem para fixar as engrenagens e permitir uma maior resistência à abrasão e a fricção.

C

Calibre: Medida do diâmetro de um projétil. No Brasil, por lei usa-se bbs de 6mm, mas nos demais países se usa também Bbs de 8mm.Carbine (Carabina): arma de tamanho mais reduzido (cano mais reduzido) e mais leve, sendo indicada para ações táticas.
Colecionador: É a pessoa física ou jurídica que coleciona armas, munições, ou viaturas blindadas, devidamente registrado e sujeito a normas baixadas pelo Exército.
Clip: Acessório adaptador, usado para juntar dois ou mais carregadores.
Cordura: É o nome registado para um tipo de tecido em nylon de alta resistência, impermeável e anti-rasgos. Utilizado vulgarmente em equipamento de transporte, montanhismo e calçados.
CII (Certificado Internacional de Importação): Documento expedido pela DFPC que autoriza e permite a entrada legal de uma arma de airsoft no Brasil vindo de uma importação, seja ela acompanhada ou separada.
CR (Certificado de Registro): É o documento hábil que autoriza as pessoas físicas ou jurídicas à utilização industrial, armazenagem, comércio, exportação, importação, transporte, manutenção, recuperação e manuseio de produtos controlados pelo Exército.
Cronografo (Chronograph ou crony): Aparelho usado para medir a velocidade, força e cadencia de saída de uma BB. Estes aparelhos funcionam através de sensores de luminosidade que analisam as falhas na luminosidade existente, medindo o tempo de passagem entre dois pontos.
CQB (Combate em Ambiente Confinado): Designa um conjunto de táticas e metodologias usadas em combate de curto alcance. Estas táticas diferem em muito nas usadas em mato ou espaços abertos, baseando-se muito na rapidez e agressividade da ação.
Coice ou Recuo: É o efeito que a arma de airsoft faz quando se dispara uma BB.

D

DFPC (Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados): É o órgão central que regula todas as atividades dos SFPCs do Brasil, sediado no Quartel General do Exército, em Brasília. É responsável, também, por parte pelas leis a respeito dos produtos controlados.
Drum Mag: É um tipo de carregador de tambor com elevada capacidade de bb´s. Geralmente pode suportar mais de 1000 munições e pode se apresentar com sistema de alimentação elétrica.
Double-Action: Tipo de carregamento de tiro único e carregamento manual integrado Para carregar basta apenas puxar o gatilho, fazendo com que ao se puxar o gatilho a bb seja colocado em posição de disparo.
DPM – Disruptive Pattern Materia: DPM é o nome oficial dado ao padrão de camuflagem usado pelo exercito inglês. O seu objetivo é quebrar as formas do corpo humano.

E

EBB (Eletric Blow Back): É a denominação adotada para armas longas de airsoft que possui o sistema de recuo “blow-back” mas não usam gás e sim eletricidade, bateria. Este sistema não é tão realístico como o sistema GBB, mas já da para se divertir.

F

FPS (Feet Per Second): Corresponde a medida usada para medir a velocidade de saída da BB. Esta medida juntamente com o peso da BB permite determinar a força da BB em joules.
FN – Fabrique Nationale ou FN Herstal: Fabricante de armas reais belga. Arma como Browning Hi-Power e FN P-90, FN- FAL, FNC, SCAR, são de sua Obra e responsabilidade.
Fire Selector Switch (Seletor de Tiro): É a peça que permite alternar entre modos de tiro, tipicamente os modos são: Safe, Semi-Auto, Auto e Burst.
Field-Strippable (to Field-Strip): Capacidade de se dar manutenção nas armas sem ter que desmontá-las.

G

GBB (Gás Blow Back): É uma denominação para armas a gás (pistolas ou rifles) que possuem o sistema BlowBack. Blowback é o sistema das armas de ação dupla (semi-automáticas), a cada tiro o trilho da arma recua com a expansão do gás já deixando-a pronta para o próximo tiro. Essas armas produzem um ‘tranco’ característico que proporciona uma ótima sensação de tiro.
GT (Guia de Tráfego): É o documento que autoriza o tráfego de produtos controlados. Tráfego é o conjunto de atos relacionados com o transporte de produtos controlados e compreende as fases de embarque, trânsito, desembaraço, desembarque e entrega.
GearBox: Significa caixa de engrenagens de uma arma, é o componente responsável pelo disparo de uma AEG. Uma caixa fechada é composta por motor elétrico, engrenagens, cilindro e pistão de ar. Ao decidir sobre uma arma elétrica, provavelmente o componente mais importante será essa caixa, pois é o item que mais sofre desgaste. Por esta razão muitos jogadores de Airsoft escolhem uma AEG com caixa de engrenagens toda feita em metal.
Ghille (Ghille Suit): É a camuflagem usada pelo sniper, que permite uma camuflagem bastante eficaz. Esta é feita para se assemelhar ao máximo com a vegetação existe no local de ação. Para uma eficácia máximo o Ghille tem que ser custumizado para cada operação.
Guns: As armas de airsoft são réplicas de escala 1:1 de armas reais, que atiram bolinhas de 6mm, redondas e de plástico, que são impelidos para fora das armas por ar comprimido. Na maioria dos casos, essas armas imitam a aparência e a funcionalidade do seu homólogo real de metal. Por isso, as armas de Airsoft possuem peso e funções semelhantes aos da arma real.
Gás 134a: É um dos tipos mais fracos de gás disponíveis para airsoft sendo que grande parte das marcas ocidentais apenas garante o correto funcionamento das suas réplicas usando este gás.
Gás Green (Gás Verde): Muitas vezes referido como gás BowBack, é uma combinação de gás propano com óleo de silicone (este ajuda a lubrificar a arma, o que é importante). É o gás mais utilizado pelas pessoas que têm pistola a gás, por causa de sua potência, custo e por manter lubrificada a arma. Ele vem na forma líquida e uma vez liberado na atmosfera, ele se transforma em gás.
Gás CO2 (Dióxido de Carbono): É um gás comprimido normalmente utilizado em pistolas e revolveres a gás. Algumas armas (pistolas) requerem a utilização de pequenas latas descartáveis de gás CO2, geralmente pesando 12 g. Esse gás é usado em armas com o sistema blowback (recuo) e não blowback (sem recuo) e é considerado muito seguro e estável.

H

H&K – Heckler & Koch: Marca alemã de armas reais responsáveis pela fabricação das não menos conhecidas como G3, MP5 e G36 entre muitas outras.
Hi-Cap: Significa “High Capacity”, é um tipo de carregador com a capacidade entre 150 a 600 BB´s. A alimentação é feita por sistema de corda. É caracterizado por ter grande capacidade de munição, mas tem como defeito o fato de fazer barulho quando balançado.
HMG – Heavy Machine Gun: Metralhadora pesada.
Hop-Up: É um sistema desenvolvido no Japão que consiste em uma pequena borracha no interior do sistema da arma que provoca uma rotação na BB durante o disparo. Dessa forma, a BB sofre menos ação da resistência do ar, atingindo uma melhor precisão e alcance

J

Joule: Unidade de medida de energia. É usada para medir a força cinética da BB’s.

L

LBV- Load Bearing Vest: Colete de alças especial para se carregar objetos.
LMG – Light Machine Gun: Metralhadora leve como a M60 ou M249 SAW.
Loader: É o acessório usado para carregar, Low-caps, Mid-caps ou Real-caps. Pode apresentar-se sob a forma de vara ou versão compacta com reservatório. Também existe loader elétrico que facilita em muito o carregamento de múltiplos carregadores.
Low-cap: Significa “Low Capacity”, é um tipo de carregador com a capacidade entre 50 a 70 BB´s. A alimentação é feita por mola. Tem como principal vantagem não fazer barulho quando balançado e de não precisar dar corda para introduzir as BB’s. Tem como desvantagem a sua pequena capacidade.

M

Mag – magazine: Carregador de munição.
Marpat – Marine Pattern: Padrão digital de camuflagem usado pelos marines.
Mechbox: É a caixa mecânica de uma arma. Há diferentes versões de mechbox uma vez que existem diferentes tipos de armas de pressão para Airsoft. Versão 1 é usada apenas pela FAMAS; Versão 2 é a mais comum e usada no M16, G3 e no MP5; Versão 3 é usada na AK47, MP5K & MP5K PDW e Sig SG55x; Versão 4 é usada apenas na PSG-1 e só é semi-automática e Versão 5 é usada na UZI e tem sistema de coice/recuo.
Mid-cap: Significa “Medium Capacity”, é um tipo de carregador com a capacidade média entre 100 a 150 BB´s. A alimentação é feita por mola. Tem como principal vantagem não fazer barulho quando balançado e de não precisar dar corda para introduzir as BB’s. Supera o Low-Cap na capacidade, mas neste aspecto é inferior ao Hi-Cap.
MOE (Magpul Original Equipament): É a denominação adotada para os equipamentos da magpul que sao usados nas arma de pressão
Motor: É um dos principais fatores que afetam a cadência de tiros (ROF), existem três tipos de motor produzidos pela Tokyo Marui (TM). O EG560, o EG700 e o EG1000. A grande diferença nos motores é quão potente ele consegue comprimir a mola. O EG1000 é o mais poderoso na linha da TM e têm a capacidade de comprimir a mola mais rápida, fornecendo um maior ROF.
MilSim- Military Simulation: Simulação Militar
Muzzle: O muzzle não é mais que a ponta do cano. Nas armas reais este ponto é coberta pela tapa chamas.

N

NV / NVG – Night Vision / Night Vision Goggles: Visão noturna ou óculos de visão noturna.
NBB (Non Blow-Back): É o mecanismo presente em algumas pistolas de airsoft. A bb é impelida para fora através de gás armazenado no interior da arma. Diferencia-se da GBB pela inexistência do movimento de recuo, tornando-a bastante mais precisa e económica, pois gasta menos gás.

P

Pistão e Cabeça do Pistão: A cabeça do pistão localiza-se na parte da frente do pistão e está dentro da caixa de velocidades. A cabeça auxilia na melhora do desempenho da arma, pois permite um melhor fluxo de ar e uma compressão mais eficiente, bem como auxilia na descompressão da câmara do cilindro. O pistão fica entre a cabeça do pistão e a mola, ele está ligado as engrenagens da caixa mecânica, estas por sua vez impulsionam o pistão para frente e para trás.
Plinking (to plink): Atirar com uma arma de airsoft fraca.

R

R22: Tipo de gás também conhecido por ‘green gas’ ou ‘winter gas’. Este é o gás indicado para o Inverno ou baixas temperaturas. Tem como características a sua potência podendo até mesmo partir partes internas das armas de airsoft.
Real-cap: Significa “Real Capacity”, é um tipo de carregador com a capacidade do equivalente real (entre 20 a 30 munições). A alimentação é feita por mola. Ideal para atividades do gênero Milsim (Simulação Militar).
Red/Green Dot: Mira holográfica que projeta uma retícula iluminada de ponto vermelho ou verde. Tem como vantagem beneficiar o tiro instintivo, pois garante ao atirador a potencialidade de disparar com os dois olhos abertos.
RPM: Rounds Per Minute ou tiros por minuto.
RIS (Rail Interface System): É a versão antiga do sistema que utiliza trilhos para a instalação de acessórios em torno do guarda-mão (cano) e é numerada em TLRB (topo-esquerda-direita-baixo), em números ímpares 1.-13. A grande vantagem do sistema RIS é que ele é capaz de acomodar uma ampla variedade de acessórios ao guarda-mão.
RAS (Rail Adaptador System): É a versão recente do sistema de trilhos e usa o mesmo layout básico do sistema RIS. Esss novo sistema adapta o acessório a parte superior do guarda-mão por meio de um clipe, o que possibilita um ajuste mais apertado do acessório.
ROF (Rate of Fire): É a cadência de tiro (taxa de fogo) de cada arma. Essa taxa é medida pela contagem do número de disparos que podem ser feitos em 1 (um) minuto, no modo totalmente automático. Uma réplica normal de fábrica tem um ROF de aproximadamente 700rpm.

S

SMG – Sub Machine Gun: Tipo de arma. São armas menores que embora tenham um poder de fogo menor tem mais cadência de tiro. São indicadas para CQB.
SAS (Special Air Service): É a tropa especial inglesa.
SOCOM (Special Operations Commando): Denominação geralmente atribuída a artigos desenvolvidos específicamente para operações especiais.
Slide: Parte móvel na parte superior da arma. (por exemplo, a parte superior de uma pistola que se move a cada tiro).
SOPMOD (Special Operations Peculiar Modification): É uma modificação numa arma, que permite ao soldado modificar a sua carabina instantaneamente de modo a desempenhar o papel desejado na missão. Esse sistema é utilizado nos EUA por soldados das operações especiais. É muito usada em armas de grosso calibre e alto desempenho como, por exemplo, a M4A1 SOPMOD com vários acessórios em série.
SLR – Self Loading Rifle: Qualquer rifle que se carrega o cada novo tiro.
SFPC (Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados): São postos do Exercito Brasileiro responsáveis pelo controle regional dos produtos controlados pelo exército como armas, munições, explosivos, produtos químicos e, também, do Airsoft. Em tese, toda grande cidade tem o seu escritório do SFPC.
Skirmishing (to Skirmish): Batalha onde se usam armas de airsoft. Jogadores vão para um campo e tentam atirar uns nos outros. Jogo rápido, parecido com partidas de paintball.
Springer: São armas de mola, funcionam por repetição, ou seja, devem ser armadas manualmente a cada disparo. Têm a vantagem de serem econômicas por não necessitarem de gás para seu funcionamento. São, normalmente pistolas, rifles sniper e escopetas.
SPAS – Special Purpose Automatic Shotgun: Designação dada a um tipo de shotgun. Caracterizas por serem automáticas, são usadas a nível militar e policial em todo o mundo.
Spetznaz – Russian Special Forces: Força de elite russa. Designação usada também numa variante da famosa AK47, mais curta que a original.
STI – Strayer Tripp Inc: Fabricante de armas reais para pratica de tiro esportivo.
Stock ( Coronha): Parte traseira da arma também chamada de culatra/coronha.
SWAT – Special Weapons And Tactics: O Americano e famoso Grupo táctico policial.

T

TacSim – Tactical Simulation: Simulação tática. Jogo estilo SWAT ou similar, geralmente dentro de construções.
TM – Tokyo Marui: Fabricante de replicas de Airsoft. E o maior fabricante de armas de airsoft e seus equipamentos são considerados os melhores em alguns paises.
Tracer: É um tipo de bb fluorescente que brilha no escuro. Este tipo de bb, deixa um rastro de luz depois de disparado, algo semelhante às traçantes usadas na realidade. Para ativar a fluorescência da bb é usado um sistema que normalmente e instalado no fim do cano como “Silenciador” no Sitema de hop -Up ou no próprio pente “Carregador” que contém dentro uma fonte de luz azul forte, ao passar pela unidade a bb fica fluorescente durante todo o trajeto desde o cano até o alvo.
Trigger: Gatilho. A parte da arma que é manipulado para se atirar. O gatilho da arma de airsoft, externamente se parece com os das armas reais, mas são na verdade um simples interruptor de energia. Fecha o circuito para que as AEG atire, ou libera a mola ou o gás.
Trigger Guard: Peça que protege o gatilho. Serve para evitar tiros acidentais.

U

USMC – United States Marine Corps: Os “Marines”. Tropas americanas mais bem treinadas
avatar
Universo
Admin
Admin

Mensagens : 119
Data de inscrição : 08/04/2015
Idade : 49

Ver perfil do usuário http://cta.zz.mu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum